segunda-feira, 12 de abril de 2010

Sem jogar há um ano, atleta vive interminável pesadelo

Em 2009, o atleta Rafael Gomes de 20 anos, sofreu uma forte pancada durante um jogo do campeonato catarinense de futsal. Desde então o jogador vive um drama que parece não ter fim.

Conhecido como Rafael “Brasília”, a ala canhoto defendia o Inter Lages Futsal/Uniplac (SC) quando rompeu os ligamentos do joelho e o menisco. Ele ficou um mês sem poder colocar os pés no chão. Por conta disso, o atleta culpa sua ex-equipe pela atual situação em que se encontra.

“O clube não quis arcar com as contas, alegando falência. Quando consegui realizar meu sonho de jogar com craques como Falcão e Lenísio, me vi machucado e esta é a pior parte de tudo", desabafa.

Não é só Rafael que sofre com o problema. A mãe dele, Waldenice da Silva, se preocupa com o bem estar do filho e há quase dez meses luta para conseguir uma vaga em um hospital público, uma vez que a família não tem condições para o devido tratamento.

“Eu vivo dias difíceis com meu filho, infelizmente não posso ajudá-lo. Tento juntar dinheiro, mas não consigo”, conta Waldenice que tem mais três filhos esportistas, sendo que dois atuam no futsal e Rariane Gomes, única filha, joga voleibol para a universidade onde cursa relações internacionais.



Veja o video abaixo com a reportagem de Rafael:

video